Catálogo de Plantas das Unidades de Conservação do Brasil

Sobre a Unidade de Conservação

A Estação Ecológica de Assis foi criada com 1.312,30 ha e posteriormente ampliada para 1.760,64 ha (Dec.35.697 de 21/09/92 e Dec. 47.097 de 18/09/2002). Situa-se no município de Assis (22º33´ a 22º36´ S e 50º22´ 50º23´ W) e protege o manancial de abastecimento público da cidade. Está totalmente inserida no Planalto Ocidental, em relevo suavemente ondulado, com amplitude altitudinal de 500 a 590 m. Na unidade estão as nascentes dos córregos Piratininga, Campestre e Palmitalzinho (manancial de abastecimento da cidade de Assis) e afluentes de 1ª ordem do Rio Paranapanema, todos inseridos na Bacia Hidrográfica do Médio Paranapanema, unidades Hidrográficas Pari e Capivara. Encontra-se em zona de transição entre dois tipos climáticos, Cwa e Cfa de Köppen, ambos caracterizados por verões quentes e chuvosos e invernos secos, mas diferenciados pela duração do período de estiagem, mais longo ou mais curto, respectivamente. A temperatura média anual é de 21°C, com geadas fracas nas partes mais baixas, raramente muito severas. A precipitação pluviométrica anual média é de 1.450 mm, concentrada nos meses de outubro a março, meses em que chove mais do que 100 mm. Os principais tipos de solos são os latossolos vermelhos, associados às colinas amplas e topos; argissolos vermelhos e amarelos de textura binária arenosa/média, associados às drenagens e fundos de vale, constituindo o terço inferior das vertentes pouco íngremes; e ainda os gleissolos háplicos e neossolos quartzarênicos hidromórficos, que ocorrem associados aos sedimentos aluviais das planícies fluviais. Em cem por cento (100%) da área a cobertura da vegetação é natural. Na Estação predomina a fisionomia Savana Florestada (Cerradão), mas há Savana Arborizada (Cerrado típico), embora essa fisionomia esteja ameaçada pelo adensamento. Ao longo dos rios ocorre a Floresta Estacional Semidecidual Aluvial (Mata de Brejo e Mata Ciliar). O mosaico de fisionomias resulta em alta riqueza de espécies, incluindo ameaçadas de extinção. A maior parte das coletas botânicas da unidade encontram-se depositadas nos Herbários UEC, SPSF e ESA.