Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal
Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal
Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal
Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal

Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal

O Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal (PNHMP) é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral criada pelo Decreto nº 242/1961 e renomeado pelo Decreto nº 3.421/2000. Está localizado no extremo sul da Bahia, no município de Porto Seguro, com área de 22.240,67 hectares entre as coordenadas 16°45’N e 16°55’S, e 39°08’L e 39°30’O.
O PNHMP possui sobreposição com a APA Caraíva/Trancoso (6,61%) e é contíguo à Reserva Extrativista Marinha do Corumbau, sobrepondo a área litorânea. A vegetação predominante é a de Floresta Ombrófila Densa, mas também abriga praias, restingas, manguezais, as praias fluviais dos rios Caraíva e Corumbau, e muçununga. Esta UC possui reconhecimento internacional por integrar o Sítio do Patrimônio Natural, Reserva da Biosfera, Corredor Central da Mata Atlântica e o Mosaico de Áreas Protegidas do Sul da Bahia. Além de todo o destaque ecológico e histórico, o parque também carrega uma riqueza cultural, representada pelas diversas aldeias indígenas da etnia Pataxó.
Uma característica importante do PNHMP é que sua área está sobre o regime de dupla afetação à Terra Indígena Barra Velha (homologada) e Terra Indígena Barra Velha do Monte Pascoal (delimitada). Isso significa que o parque é uma unidade de conservação com gestão compartilhada entre o ICMBio e as comunidades Pataxó. 
O PNHMP é amplamente reconhecido pela sua importância na conservação da biodiversidade da Floresta Atlântica, desempenhando um papel importante na formação de corredores ecológicos. Junto com o Parque Nacional do Descobrimento e o Parque Nacional do Pau Brasil, estas UCs integram um corredor ecológico essencial para as Reservas de Floresta Atlântica da Costa do Descobrimento. O número de espécies registrado para o parque pode ser considerado baixo com registros de 660 espécies (643 angiospermas e 17 samambaias e licófitas), indicando uma necessidade premente de programas intensivos de coleta, uma vez que o número deva ser consideravelmente ampliado com novas pesquisas. Merecem destaque para o parque as coleções dos botânicos A.M. Amorim, J.P. Lana, R.M. Harley e W.W. Thomas (principalmente depositadas nos herbários CEPEC, NY e RB). 

Como citar

Para citação de informação proveniente da consulta à lista de espécies de plantas do(a) Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal, usar:
Bochorny T, Alves-Araújo A, Antar G, Araújo MDF, Asprino R, Azevedo I, Cardoso D, Carrijo TT, Castello ACD, Colli-Silva M, Deccache LSJ, Fraga CN, Giacomin L, Goldenberg R, Guimarães EF, Heiden G, Hoyos-Gómez SE, Jardim J, Kaehler M, Labiak P, Lima DF, Lima HC, Lopes J, Marcusso G, Marinho LC, Marques O, Matos FB, Medeiros H, Meneguzzo TEC, Mezzonato AC, Moraes PR, Morim MP, Queiroz G, Sakuragui C, Paula-Souza J, Trovó M & Forzza RC. 2024. Lista de espécies de plantas vasculares do Parque Nacional Histórico do Monte Pascoal. In: Catálogo de Plantas das Unidades de Conservação do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: [https://catalogo-ucs-brasil.jbrj.gov.br]. Acesso em dia/mês/ano.

Contato: tbochorny@gmail.com
voltar áreas

Administrado pelo Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro.
Desenvolvido por: Oliveira FA, Silva LAE, Carrijo TT, Moreira MM & Forzza, RC.