Catálogo de Plantas das Unidades de Conservação do Brasil

Sobre a Unidade de Conservação

O Parque Nacional da Serra do Divisor (PNSD) foi criado através do decreto federal n0 97.839 de junho de 1989, sendo uma Unidade de Conservação (UC) inserida no Bioma Amazônia. Está localizado no extremo oeste do estado do Acre, na fronteira do Brasil com o Peru. Possui 837.555 ha, com altitudes que variam de 200 a 650 m e sua área ocupa parte dos municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Rodrigues Alves e Porto Walter. O nome da UC é originário de uma importante característica geomorfológica que existe na área onde o Parque está assentado; essa característica é chamada de divortium aquarum (divisor de águas) das bacias hidrográficas do Médio Vale do Rio Ucayali (Peru) e do Alto Vale do Rio Juruá (Brasil). O Parque apresenta ecossistemas diversos distribuídos em três formações florestais: Floresta Ombrófila Densa (submontana), Floresta Ombrófila Aberta e Floresta Aluvial.

As coletas botânicas no PNSD iniciaram-se em 1901, com o alemão Ernest H.G. Ule, o primeiro naturalista a coletar no Acre. As expedições subsequentes ocorreram somente mais de 80 anos depois, inicialmente através do Projeto Flora Amazônica e mais recentemente através do Projeto Mobilizando Especialistas Taxonômicos para o Acre, além de algumas coletas pontuais. Estas expedições resultaram na obtenção de cerca de 3.500 amostras botânicas, depositadas em diversos acervos e disponíveis online em diferentes bancos de dados. Cerca de 80% das amostras provenientes da área estão identificadas ao nível específico, resultando em uma lista com 1.163 espécies de plantas vasculares conhecidas até o momento, o que representa cerca de ¼ de todas as espécies catalogadas para o Acre. São 113 espécies de Samambaias e Licófitas; 2 Gimnospermas e 1.048 Angiospermas. Além da alta riqueza de plantas, outras características marcantes da flora do PNSD são a ocorrência de espécies cujo único registro em território brasileiro está na área do Parque e de espécies que guardam relações com o baixo piemonte andino.